O Observatório das Metrópoles Núcleo Rio de Janeiro é vinculado ao Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (IPPUR) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), sob a coordenação de Marcelo Gomes Ribeiro.

Para o projeto “Reforma Urbana e Direito à Cidade: desafios para o desenvolvimento nacional”, com organização de Marcelo Gomes Ribeiro (IPPUR/UFRJ), participam 33 pesquisadores(as) vinculados ao núcleo.

Equipe

Adauto Lucio Cardoso
UFRJ
Ana Lúcia Britto
UFRJ
Beatriz Terra
UFRJ
Bruna Ribeiro
UFRJ
Bruno Frazão
UFRJ
Claudio Crespo
UFRJ
Erick Omena
UFRJ
Fernanda Amim
UFRJ
Fernanda Petrus
UFRJ
Filipe Correa
UFRJ
Franklin Soldati
UFRJ
Humberto Meza
UFRJ
Juciano Martins Rodrigues
UFRJ
Luciana Lago
UFRJ
Luciana Ximenes
UFRJ
Luísa Ferrer
UFRJ
Marcelo Gomes Ribeiro (Coordenação)
UFRJ
Mariana Albinati
UFRJ
Mariana Dias
UFRJ
Nelson Rojas
UFRRJ
Orlando Junior
UFRJ
Paula Guedes Martins Ferreira
UFRJ
Regina Helena Tunes
UERJ
Renata Antão
UFRJ
Rosangela Luft
UFRJ
Samuel Thomas Jaenisch
UFRJ
Sandra Lencioni
USP
Suyá Quintslr
UFRJ
Taisa Sanches
UFRJ
Tarcyla Fidalgo
UFRJ
Thêmis Aragão
UFRJ
Victor Barreto
UFRJ
Wania Mesquita
UENF
 
  • Região Metropolitana do Rio de Janeiro

    As crises social e econômica existentes no Brasil há alguns anos, recrudescida pela crise sanitária devido à pandemia da Covid-19, têm rebatimento singular na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, tendo em vista a particularidade dessa metrópole referente à sua conformação histórica e territorial e às dinâmicas societárias, econômicas e institucionais que lhes são próprias. Esses aspectos particulares serão tratados nos capítulos deste livro em interação com os processos socioeconômicos e políticos-institucionais ocorridos no âmbito estadual fluminense e em âmbito nacional. 

    Alguns capítulos do livro buscarão caracterizar as condições sociais e urbanas existentes na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Essa caracterização será feita a partir da apresentação das consequências da pandemia da Covid-19 sobre o território metropolitano, do quadro de desigualdades sociais e de bem-estar urbano, da questão habitacional e de políticas territoriais voltadas para as áreas especiais de interesse social e da crise da mobilidade. Serão também caracterizados alguns aspectos da dinâmica econômica e ambiental, como os desafios e constrangimentos existentes na estrutura produtiva metropolitana que torna esse contexto territorial incapaz de proporcionar uma dinâmica de desenvolvimento, o modo como a agricultura urbana tem se estabelecido no território metropolitano e os efeitos das mudanças climáticas sobre a questão ambiental metropolitana. 

    Outros capítulos do livro se concentrarão nos aspectos da governança da Região Metropolitana do Rio de Janeiro e dos conflitos urbanos presentes nesse contexto territorial. Neste sentido, serão discutidas as mudanças institucionais que favoreceram a privatização do setor de saneamento, a condução do estado pela lógica do empresariamento urbano a partir das coalizões de poder que tem se conformado nas últimas décadas, as novas formas de ilegalidades urbanas, o resgate de políticas orientadas pelos princípios da Reforma Urbana que se realizaram na Região Metropolitana, o resgate de políticas orientadas pelo mercado e voltadas a atender aos interesses de mercado que também se conformaram nessa metrópole e a atualização das lutas e reivindicações urbanas.    

    Todos os capítulos procurarão apresentar proposições que busquem enfrentar os problemas apresentados em cada uma das temáticas analisadas. Essas proposições serão objeto de análise e sistematização, considerando os desafios que se apresentam quando se há a necessidade de articulação entre essas temáticas de modo a se realizar um processo de integração setorial e territorial no âmbito da formulação e execução de políticas públicas.

    OrganizaçãoMarcelo Gomes Ribeiro (IPPUR/UFRJ)

    Saiba mais sobre este livro