O Observatório das Metrópoles Núcleo São Paulo foi criado em 1998 e está sediado na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAUUSP), sob a coordenação de Lucia Bógus e Suzana Pasternak.

Para o projeto “Reforma Urbana e Direito à Cidade: desafios para o desenvolvimento nacional”, com organização de Anderson Kazuo Nakano (UNIFESP), Lucia Bógus (PUC-SP), Luis Felipe Aires Magalhães (UFABC), Ricardo Gaspar (PUC-SP) e Suzana Pasternak (USP), participam 32 pesquisadores(as) vinculados ao núcleo.

Equipe

Alexandre Abdal
FGV e CEBRAP
Anderson Kazuo Nakano
UNIFESP
Angélica T. Benatti Alvim
UPM
Barbara Helena da Silva Montalva
UNIFESP
Bernardo G. Alvim
USP
Camila D’Ottaviano
USP
Carolina Teixeira Nakagawa Lanfranchi
UNIP-SP
Clarissa Gagliardi
USP
Diamantino A. S. Neto
USP
Dulce Maria Tourinho Baptista
PUC-SP
Fábio Soares
USP
Francisco Fonseca
PUC-SP e FGV
Gabriel A. A. Rossini
UFABC
Gastão Salles
UPM
Igor Fediczko Silva
PUC-SP
João Marcus Pires Dias
PUC-SP
Juan Rodrigues Guimarães
UNIFESP
Lucia Bógus (Coordenação)
PUS-SP
Lucio Hanai Viana
SENAC e PUC-SP
Luís Felipe Aires Magalhães (Coordenação)
UFABC
Mariana da Silva Santos
PUC-SP
Marilia Bello
PUC-SP
Mário Jorge da Silveira Junqueira
PMC
Marisa do Espírito Santo Borin
PUC-SP
Mércia Alves
USP
Mônica de Carvalho
PUC-SP
Rafael de Paula Aguiar Araújo
PUC-SP
Ricardo Gaspar (Coordenação)
PUC-SP
Rosana Pedrosa
SEADE
Rosemary Segurado
PUC-SP
Suzana Pasternak (Coordenação)
USP
Tathiana Chicarino
PUC-SP
Vera Chaia
PUC-SP
 
  • Região Metropolitana de São Paulo

    O livro propõe analisar e discutir diferentes aspectos das desigualdades socioespaciais da metrópole paulistana que geram problemas e conflitos de difícil superação que demandam a realização da reforma urbana e do direito à cidade em suas múltiplas faces e dimensões. O livro compõe-se por uma introdução e capítulos agrupados no Eixo I Sociodemográfico (3 capítulos), Eixo II Econômico-Territorial (4 capítulos) e Eixo III Político-Institucional (3 capítulos).

    A introdução analisa a reforma urbana e o direito à cidade na metrópole paulistana em lutas urbanas pelo acesso à terra urbana e processos de planejamento, regulação e gestão urbana estatal. O Capítulo 1 analisa dinâmicas sociodemográficas, habitacionais e das favelas nas últimas décadas. O Capítulo 2 aborda a habitação para a população vulnerável e em situação de rua na cidade de São Paulo. O Capítulo 3 analisa o sistema de transporte público (metrô), o uso do solo, a valorização imobiliária e novas centralidades no município de São Paulo. O Capítulo 4 diagnostica impactos territoriais da reestruturação produtiva na indústria da RMSP, com foco na sub-região do ABCD. O Capítulo 5 investiga impactos da desindustrialização na gestão fiscal de municípios da Região Metropolitana de São Paulo nas últimas décadas. O Capítulo 6 discute a função social e as transformações dos legados da industrialização. O Capítulo 7 analisa a formação de Consórcios Intermunicipais entre os anos de 2005 e 2021. O Capítulo 8 analisa o neoliberalismo na política de saúde considerando a governança, o financiamento, o papel das Organizações Sociais de Saúde e a gestão da saúde na pandemia. O Capítulo 9 problematiza o papel da tecnologia na cidadania cívica metropolitana. O Capítulo 10 aborda mandatos coletivos em câmaras municipais paulistas. As considerações finais apontam para tendências e perspectivas da reforma e direito à cidade na metrópole.

    Organização: Anderson Kazuo Nakano (UNIFESP), Lucia Bógus (PUC-SP), Luis Felipe Aires Magalhães (UFABC), Ricardo Gaspar (PUC-SP) e Suzana Pasternak (USP)

    Saiba mais sobre este livro